http://dx.doi.org/10.5935/2177-1235.2018RBCP0103
Revista Brasileira de Cirurgia Plástica (RBCP) – Brazilian Journal of Plastic Sugery 251 - 257
 

Simastia pós-mamoplastia de aumento com implantes de silicone: tratamento com suturas de adesão

Post-mammoplasty symmastia augmentation with silicone implants: treatment with quilting sutures

Michel Pavelecini1,2; Felipe Bilhar Fasolin1,2,3*; Eduardo Madalosso Zanin1,2,4; Bruno Della Mea Gasperin1,2,3; Flávio Maciel de Freitas1,2; Leonardo Milanesi Possamai1,2,4; Ronaldo Scholze Webster1,2,5; Pedro Bins Ely1,2,5

Resumo

Introdução: A mamoplastia de aumento é o procedimento cirúrgico estético mais realizado nos EUA e o segundo no Brasil. Simastia é uma de suas possíveis complicações. Esta é definida como o mal posicionamento medial dos implantes mamários, que cruzam a linha média, com perda do sulco intermamário.
Métodos: Trabalho tipo série de casos. Duas pacientes foram submetidas à correção de simastia pós-mamoplastia de aumento. A via de acesso utilizada foi a incisão inframamária prévia. A correção do sulco intermamário foi realizada por escarificação das superfícies anterior e posterior da cápsula, associada a pontos de adesão com fio monofilamentar não absorvível (4 linhas com 6 pontos cada, compreendendo uma faixa vertical de aproximadamente 4 cm de largura na região pré-esternal). Em um dos casos o implante foi recolocado imediatamente e, no outro, em procedimento realizado 3 meses após.
Resultados: Obtivemos um novo sulco intermamário satisfatório, com adequado resultado estético em ambos os casos. Não se observou recorrência após 9 e 11 meses de observação.
Conclusões: A abordagem com suturas de adesão para a redefinição do sulco intermamário foi efetiva para o tratamento da simastia pós-mamoplastia de aumento.

 

 

GN1 Genesis Network - 2022 - gn1.com.br