http://dx.doi.org/10.5935/2177-1235.2018RBCP0148
Revista Brasileira de Cirurgia Plástica (RBCP) – Brazilian Journal of Plastic Sugery 355 - 363
 

Onfaloplastia: técnica Y/V

Omphaloplasty: Y/V technique

VITOR HUGO MOREIRA GUIMARÃES1,2,3,4; VICTOR ANTUNES GUIMARÃES5; FERNANDO DE AZEVEDO GONÇALVES5,*; PAULO CÉSAR CAIRES DE CARVALHO5

Resumo

Introdução: A onfaloplastia é um momento crucial durante a cirurgia de abdominoplastia. Apesar de ser considerada uma etapa de grande importância nos dias de hoje, a onfaloplastia não foi sempre utilizada nas abdominoplastias, sendo o umbigo, algumas vezes, descartado junto ao retalho gorduroso. Com a finalidade de preservar a cicatriz umbilical, várias técnicas foram utilizadas e, com o tempo, vêm sofrendo modificações que possibilitam um resultado cada vez mais natural.
Método: A técnica "Y"/"V" proposta consiste em modelar o coto umbilical de modo que este encaixe perfeitamente no mesmo local onde havia a cicatriz umbilical. A ilha umbilical, após ser modelada, é suturada, resultando em uma imagem de "Y"/"V", razão pela qual a técnica recebe este nome.
Resultados: Durante o estudo, foi evidenciado um número baixo de complicações (11,34%) ao analisar o pós-operatório. Deiscência de sutura, estenose umbilical, alterações crômicas na cicatriz e queloide foram as complicações observadas, sendo corrigidas cirurgicamente seis meses após a cirurgia.
Conclusão: A técnica proposta demonstra simples execução, com baixos índices de complicações e aspecto mais natural da cicatriz do neoumbigo. Portanto, tornam-se cada vez mais necessários estudos que a utilizem para comprovar sua eficácia perante às demais técnicas utilizadas atualmente.

 

 

GN1 Genesis Network - 2019 - gn1.com.br