http://dx.doi.org/10.5935/2177-1235.2019RBCP0140
Revista Brasileira de Cirurgia Plástica (RBCP) – Brazilian Journal of Plastic Sugery 243 - 249
 

Cobertura de lesões em pé e terço inferior da perna com retalho fasciocutâneo reverso da panturrilha (Carriquiry)

Coverage of the lower third of the limb and foot injuries using reverse sural fasciocutaneous flap described by Carriquiry

CAMILA GARCIA SOMMER1,*; ALUÍSIO MARINO ROMA1; LAURO ARNOLDO FERREIRA KOEHLER1; CRISTIANE CAMARGO FERREIRA1; VERENA BENEDICK COIMBRA1; ANTONIO ROBERTO BOZOLA1

Resumo

Introdução: Lesões no terço distal dos membros inferiores, com exposição de ossos, articulações, tendões e vasos sanguíneos, não são passíveis do uso de enxertos de pele. Isto ocorre porque o leito vascular é exíguo e pela pobre granulação das feridas, podendo apenas ser corrigidas com retalhos musculares, miocutâneos, fasciocutâneos ou transferência microcirúrgica.
Métodos: O retalho em seu limite inferior é demarcado a partir de 5cm acima dos maléolos. Superiormente, é marcado num comprimento suficiente para cobertura total da lesão. Realizada incisão em demarcação prévia, e elevados pele e tecido subcutâneo juntamente com a fáscia muscular. O nervo sural é preservado em seu leito original. A elevação do retalho se dá até o ponto inferior marcado (o pedículo). Neste ponto, o retalho é transposto numa angulação suficiente para alcançar a lesão.
Resultados: Oito casos foram operados utilizando o retalho descrito. Todos apresentavam exposição de ossos e tendões em região distal da perna, dorso do pé ou ambos, nos quais foram utilizados o retalho fasciocutâneo reverso da perna com a técnica proposta por Carriquiry. Os casos apresentaram resultados estético e funcional satisfatórios.
Conclusão: O retalho utilizado se presta à correção de lesões do terço inferior da perna e do pé. É relativamente fácil de ser confeccionado, com bom suprimento vascular, e não há perda funcional do leito doador.

 

 

GN1 Genesis Network - 2019 - gn1.com.br